Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Receitas de cá e de lá

"Bem comido, a minha alma de nada quer saber. E nem os maiores desgostos a conseguem comover." Jean Molière

Receitas de cá e de lá

"Bem comido, a minha alma de nada quer saber. E nem os maiores desgostos a conseguem comover." Jean Molière

26
Mar12

Scones

o que procuro

Aqui está algo de que sempre ouvira falar, nomeadamente de uns que se vendem numa afamada casa de chá na zona do Rato em Lisboa, nunca provara e menos ainda me atrevera a confeccionar, chegada ao Reino de Sua Magestade Isabel II, quis provar as delícias tão típicas para acompanhar o chá e comprei alguma vezes no supermercado, são uns pãezinhos doces, realmente óptimos para lanches ou pequenos almoços, acompanhados do que aprouver a cada um.

 

Incentivada pela minha curiosidade, resolvi procurar uma receita, mas na expectativa de que o trabalho que daria a fazer, mais o tempo para levedar, depressa me fariam desistir da ideia, mas afinal encontrei uma receita do género "mais fácil, não há", resultam bem, já fiz mais do que uma vez, os presentes cá de casa adoraram, para a semana, com a visita da família, vão decerto marcar presença na mesa e passar ao escrutínio de terceiros.

 

A minha versão:

 

Ingredientes:

  • 350 gr de farinha com fermento;
  • uma pitada de sal;
  • uma colher de chá de fermento em pó;
  • 85 gr de margarida cortada em cubos;
  • 4 colheres de sopa de açucar;
  • 150 gr de iogurte natural;
  • 4 colheres de sopa de leite;
  • 1ovo batido.

Preparação:

 

Ligar o forno a 200ºC colocar uma folha de papel vegetal para culinária, num tabuleiro, reservar.

Num processador, ou com uma batedeira (eu usei a bimby) colocar a farinha, o fermento e a pitada de sal, juntar a manteiga e mexer até que esta última esteja completamente envolvida com a farinha. Adicionar o açucar e mexer.

 

Numa tigela colocar o iogurte e o leite, aquecer no micro-ondas durante um minuto, depois misturar rápidamente com os restantes ingredientes, até formar uma massa homógenea.

Como uso a bimby, misturo tudo durante uns segundos, supervisiono e assim que fica com aspecto de massa páro e retiro, no caso de utilizarem outros meios, a receita original refere que tem de ser misturado rapidamente com uma faca, até ficar com a consistência de massa.

 

Colocam a massa numa superfície enfarinhada (só o fiz a primeira vez, depois disso, verifiquei que não era necessário), com ajuda das mãos amassam um pouco, para ficar mais homogeneizado, espalmam a massa até ficar com cerca de 4cm de espessura e com um cortador de 7 cm de diâmetro cortam a massa. Depois colocam as bolas de massa cortada, em cima do papel do tabuleiro.

 

Vão repetindo a operação, até acabar a massa, deve dar para uns 6 ou 7 scones.

 

Tenham em atenção que não fiquem muito altos, porque depois não ficam bem cozidos por dentro!

 

Pincelem as bolas de massa com ovo, levem ao forno cerca de 12 a 15 minutos, até se apresentarem com este aspecto que vos deixo:

 

24
Mar12

Um bolo de coco com...mirtilhos!

o que procuro

Por cá existe um reino de bagas: mirtilhos, framboesas, amoras, entre outras que se compram frescas, congeladas, secas e numa infinita variedade de doces, gelatinas e afins.

 

Assim, quando encontrei esta receita tive curiosidade em experimentar e provar esta combinação de sabores, nova para mim.

 

Como é que eu fiz:

 

Ingredientes:

  • 250 gr. de farinha com fermento;
  • 25 gr. de flocos de aveia;
  • 280 gr. de açucar mascavado (usei branco);
  • 200 gr. de manteiga cortada em pedaços;
  • 75 gr. de coco ralado;
  • 2 ovos;
  • 350 gr de mirtilhos frescos ou congelados (usei congelados).
Preparação:

Aqueci o forno a 180ºC. Untei e enfarinhei uma forma quadrada com cerca de 21 cm.

 

Numa taça grande, coloquei a farinha, os flocos de aveia, o açucar e mexi. Misturei os pedaços de manteiga e amassei com a ponta dos dedos, até formar uma massa granulada. Adicionei o coco ralado e amassei para envolver, retirei uma chávena desta mistura e reservei.

 

Misturei os dois ovos aos ingredientes da taça, envolvi bem e deitei na forma, tive de alisar com a ajuda de uma colher. Espalhei os mirtilhos sobre esta massa, de modo a formarem uma camada uniforme, por cima destes, espalhei a massa reservada na caneca, com ajuda das mãos.

 

Levei ao forno durante cerca de uma hora, até fazer o teste do palito e apresentar-se cozido. Retirei do forno, deixei arrefecer e desenformei.

 

 

A tarefa de espalhar a massar reservada na chávena, assemelha-se em muito, ao que se faz no crumble, a massa fica areada e apenas com ajuda das mãos se leva a tarefa avante. 

Notei que o açucar desta massa superior não se tinha derretido, pelo que se notava ao comer, julgo que se deva utilizar açucar em pó, ou então o açucar mascavado, como refere a receita, fique mais homógeneo.

 

Gostei muito da combinação de sabores, é decerto um bolo a repetir cá em casa...

O marido optou por comer uma fatia com molho custard, o que segundo ele, ainda soube melhor!!
23
Mar12

Lombo de porco com maçã e molho de mostarda

o que procuro

Mais uma receita de almoço de um destes Domingos, simples, mas com um toque requintado da maçã e claro, um molho de natas com mostarda...

 

A receita original vem, mais uma vez do site do canal de TV, a BBC, num dos canais de culinária a Good Food.

 

Partilho, convosco a minha versão desta receita:

 

Ingredientes:

  •  500 gr. de lombo de porco, sem osso, cortado em medalhões;
  • 3 maçãs;
  • 200 ml de caldo de carne;
  • 1 colher de sopa de azeite;
  • 1 colher de sopa de mostarda com grão;
  • 2 colheres de sopa de créme fraiche (podem substituir por natas).
Preparação:

Levei uma frigideira ao lume, entretanto descascquei e cortei as maçãs em gomos. Coloquei os gomos da maçã na frigideira e deixei cozinhar até que ficassem tenros e ligeiramente caramelizados, retirei-os e coloquei-os num prato de servir.

 

Seguidamente, fritei os medalhões de lombo de porco, durante cerca de 2 minutos, apenas para os selar, juntei o caldo de carne e a mostarda, mexi para envolver bem e deixei fervilhar em lume brando até que a carne se apresentou cozinhada, voltei a colocar as maçãs na frigideira e o suco que entretanto largaram e deixei durante uns minutos em lume muito brando.

 

Apaguei o lume, juntei as natas e rectifiquei os temperos, mexi para envolver tudo muito bem. Servi com puré de batata.

 

21
Mar12

Bolo de maçã caramelizada

o que procuro

A cada Domingo uma nova sobremesa, acompanhada com café, que depois acaba por se prolongar por cada dia da semana, naquele momento que considero único do meu dia, deito o meu filho para dormir a sesta e bebo o meu café com a sobremesa, em modo muito zen, no silêncio momentâneo desta casa!

 

A receita original está aqui, segue a minha versão:

 

Ingredientes:

  •  3 maçãs;
  • 150 gr. de manteiga;
  • 25 gr. de açucar mascavado;
  • 125 gr. de açucar;
  • 2 ovos;
  • 125 gr. de farinha com fermento;
  • 1 colher de sobremesa de fermento em pó;
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó;
  • 1 embalagem de creme custard, ou creme inglés (à venda no supermercado)
Preparação:

Liguei o forno a 180ºC. Descasquei as maçãs, cortei-as em gomos. Pus uma frigideira anti-aderente ao lume com o açucar mascavado e 25 gr. de manteiga, deixei derreter e coloquei os gomos das maças que deixei cozinhar até que caramelizassem ligeiramente de ambos os lados. Apaguei o lume e reservei.

 

Entretanto untei uma forma com manteiga e pus apenas farinha nos lados, coloquei as maçãs no fundo da forma, de modo a fazerem uma única camada e reservei os sucos na frigideira. Bati com a batedeira a restante manteiga com o açucar até fazer um creme fofo, acrescentei os ovos e misturei, por fim peneirei e juntei a farinha previamente misturada com o fermento e a canela em pó.

 

Espalhei a massa com uma colher sobre as maçãs, alisei a superficíe e levei ao forno, durante cerca de 30 minutos. Retirei do forno, deixei arrefecer, desenformei e coloquei por cima os sucos da maçã caramelizada.

 

Servi, acompanhado com o creme custard.

 

 

Devo dizer-vos que achei o bolo um pouco seco, talvez devesse levar mais maçãs e cortar os gomos maiores, também não gostei do creme que comprei, a variedade era tanta no supermercado mas a escolha que fiz não foi a melhor, sensabor, sem textura... Para a próxima tenho que ter isto em atenção e fazer o meu próprio creme para acompanhar!

 

19
Mar12

Filetes de peixe com crosta crocante

o que procuro

Mais uma receita alternativa para os filetes de peixe branco.

 

A receita original podem encontrá-la aqui, deixo-vos com a minha versão:

 

Ingredientes:

  • 50 gr. de pão ralado;
  • 25 gr. de queijo ralado (usei cheddar);
  • 2 colheres de sopa de salsa picada;
  • 4 filetes de peixe branco;
  • 50 gr. de manteiga;
  • raspa e sumo de um limão;
  • sal e pimenta;
  • óleo.
Preparação:
Comecei por temperar os filetes e deixá-los descongelar, entretanto numa tigela misturei o pão ralado, o queijo, a raspa do limão, a salsa, sal e pimenta.
Pus uma frigideira a aquecer, com um pouco de óleo, fritei os filetes até estarem tenros, apaguei o lume e dividi a mistura do pão ralado por cima de cada um.
Liguei o grill do forno e coloquei a frigideira, durante 2 ou 3 minutos, até a crosta se apresentar tostada, retirei do forno e coloquei os filetes num prato de servir, deitei a manteiga e o sumo do limão na frigideira, mexi bem, este molho acompanhou os filetes que servi com arroz de tomate.
17
Mar12

Costeletas de borrego

o que procuro

O borrego é por aqui uma carne muito apreciada e que se encontra com facilidade, por isso quando descobri esta receita do Jamie Oliver, achei que valia a pena a tentativa!

 

Aqui fica a minha versão.

 

Ingredientes:

  • 6 costeletas de borrego, comprei as minhas sem o osso da ponta;
  • 200 gr de cogumelos frescos;
  • um ramo de tomilho, do qual se retiram as folhas;
  • sal e pimenta;
  • um ramo de salsa;
  • azeite;
  • sumo de limão.
Preparação:
Achetei as costeletas com a palma da mão, numa tigela misturei as folhas do tomilho e o azeite com um garfo, esfreguei as costeletas com esta mistura, temperei-as com sal e pimenta e deixei-as ficar em cima da tábua.
Pus uma frigideira a aquecer, em lume alto, entretanto limpei os cogumelos e laminei-os. Pus os cogumelos a grelhar nas paredes da frigideira, fui virando até que me pareceram cozinhados, depois coloquei-os num prato de servir.
De seguida grelhei as costeletas, durante 3 ou 4 minutos, dependendo da espessura de cada uma, coloquei-as também no prato de servir, junto aos cogumelos. Terminada a tarefa, pus azeite por cima da carne e dos cogumelos, cortei a salsa com as mãos e salpiquei o prato e por fim reguei tudo com sumo de limão, verifiquei os temperos, mexi tudo muito bem e deixei descansar durante um bocado.
Servi com puré.
Apesar da receita originar acompanhar com um molho, que não fiz, achámos que estava óptimo, os sabores da carne e dos cogumelos sobressaem por serem grelhados, mas essêncialmente com esta dica de ficarem um bocado a descansar para que os sucos se misturem, acaba por intensificar o sabor.
05
Mar12

Peitos de frango mediterrâneos com legumes assados

o que procuro

Na minha pesquisa semanal de receitas para a semana, encontrei esta de peitos de frango mediterrâneos com legumes assados, já há algum tempo que queria fazer legumes assados, mas o forno a gás em Lisboa, não permitia tão bons resultados como este eléctrico, portanto as várias tentativas que fiz, nunca sairam tão perfeitas como eu esperava.

 

Desta feita, com o fogão certo, achei que merecia a tentativa e resolvi experimentar, o resultado surpreendeu-nos, e mesmo no dia seguinte aquecido no micro-ondas, estava óptimo, aconselho vivamente.

Rápido de confeccionar, fácil, barato e claro, saudável!

Aqui fica a minha versão:

 

Ingredientes:

  • 250 gr de batatas novas
  • 1 courgete
  • 1 cebola roxa
  • 1 pimento amarelo
  • 6 tomates firmes
  • 12 azeitonas sem caroço
  • 4 peitos de frango
  • 2 colheres de sopa de pesto
  • 3 colheres de sopa de azeita
  • sal e pimenta
Preparação:
Comecei por lavar bem as batatas novas e deixá-las ferver em água quente, durante uns minutos.
Entretanto descascei a courgete, parti-a em rodelas na diagonal, abri o pimento, retirei-lhe as sementes e parti-o em pedaços, descascei a cebola roxa e partia-a em gomos, os tomates parti-os ao meio.
Liguei o forno a 200ºC.
Coloquei os legumes todos num recipiente refractário, salpiquei com as azeitonas, temperei com sal e pimenta.
Seguidamente dei 3 ou 4 goples longitudinais nos peitos de frango, coloquei-os por cima dos legumes.
Misturei o pesto com o azeite e barrei os peitos de frango com esta mistura.
Cobri o recipiente com papel de alumínio, coloquei no forno durante 30 minutos.
Decorridos os 30 minutos, retirei o papel de alumínio, deixei cozinhar até que os legumes e a carne se apresentasse assados, cerca de 20 minutos, mas tem que se ir verificando!
04
Mar12

Uns simples filetes

o que procuro

Na pequena cidade onde moro não é fácil encontrar peixe fresco, só no supermercado, acabo por recorrer mais ao peixe congelado, peixe branco, o haddock que o google traduz como arinca.

 

Um peixe que desconhecia, mas que devido à versatilidade que apresenta tem-se tornado presença assídua à nossa mesa.

 

Desta feita, descobri uma receita do Jamie Oliver para dar cor e sabor a uns simples filetes.

 

Gostei muito do resultado, a versão original podem encontrá-la aqui, eis a minha versão:

 

Ingredientes:

  •  3 dentes de algo
  • um molho pequeno de manjericão
  • azeite
  • 1 malagueta (red chili)
  • 2 latas de tomate pelado (usei em pedaços)
  • sal e pimenta 
  • vinagre de vinho tinto (usei branco)
  • 1 embalagem de filetes de peixe branco (usei congelado)
  • 1 punhado de azeitonas com caroço (usei verdes e desencaroçadas)
  • 1 colher de sopa de alcaparras (não usei)
Preparação:

Deixe o peixe descongelar à temperatura ambiente.

 

Corte os alhos em rodelas finas, retire as folhas do majericão que deverá reservar, corte finamente as hastes.

Coloque uma frigideira com azeite ao lume médio, junte o alho e as hastes do manjericão. Pique a malagueta com a ponta da faca, para que não estoure e acrescente à frigideira. Deixe fritar devagar, até que o alho se apresente cozinhado, mas sem deixar queimar, mexa ocasionalmente.

 

Acrescente as duas latas de tomate, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar em lume brando durante cerca de 30 minutos. Retire a malagueta, desfaça o tomate com uma colher de pau, reveja os temperos e acrescente um trago de vinagre, para acentuar o sabor.

 

Aqueça o forno a 220ºC, coloque o molho de tomate num tabuleiro refractário, tempere os filetes de ambos os lados com sal e pimenta e coloque em cima do molho de tomate. Esmague as azeitonas para lhes retirar o caroço, e salpique o peixe com elas. Espalhe as folhas de manjericão por cima do peixe.

 

Leve ao forno durante cerca de 15 minutos, ou até que o peixe se apresente cozinhado. Sirva com batatas cozidas e uma salada.

 

03
Mar12

Canelones com espinafres e ricota

o que procuro

Um destes dias o marido chegou a casa a dizer que tinha almoçado no refeitório do trabalho canelones com espinafres e ricota e tinha gostado bastante.

 

Foi o mote que bastou para ir à procura da receita e fazer umas das nossas refeições num destes fins-de-semana.

 

A receita seguida foi esta.

 

No entanto, fiz umas pequenas alterações, dado que possuo molho de tomate caseiro em frascos, foi o que utilizei, pus a ferver num tacho e posteriormente adicionei o vinho branco e o açucar, deixei apurar coloquei no fundo do tabuleiro de ir ao forno, antes de colocar os canelones já recheados.

 

Na minha opinião, achei que o molho béchamel era demasiado e acabou por cobrir por completo os canelones e sobresair no prato, para a próxima, terei de diminuir a quantidade.

 

03
Mar12

1, 2, 3 Go!

o que procuro

Sempre gostei de cozinhar, a descoberta de novas receitas, de novos sabores e de experiências, pode ser considerado como o meu hobby, que serve também para saciar a minha pequena família.

 

Actualmente, a viver no Reino Unido, serve também para me integrar, para apreender uma nova linguagem, novas formas de elaborar receitas e claro, continua, ainda mais a ser uma verdadeira descoberta!

 

Este blog serve para partilhar as receitas de cá e de lá!

 

Sejam benvindos! Tomem lugar na minha modesta mesa!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Outras receitas portuguesas pelo mundo

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D